Batman: Arkham Asylum

Capa do jogo

Batman: Arkham City está chegando, previsto para outubro em todas as plataformas. Se for metade do anterior, já é um jogaço! E eu acho que vai ser bem mais que metade…

Mas você não jogou o Batman: Arkham Asylum? Você parece que não sabe o que está perdendo… Então veja o que eu achei desse jogo e se convença que você tem de jogá-lo agora.

Batman: Arkham Asylum. Disponível para PC, PS3 e Xbox 360. A versão Game of The Year para PC custa U$ 29,99 no Steam, para download.

Ainda bem que aquela lei dos games que diz “todo jogo que vem junto de um filme é péssimo” está caindo aos poucos. Batman: Arkham Asylum é uma das provas disso, e espero que seu exemplo seja seguido pelos outros! O jogo foi lançado aproveitando o hype do filme Batman: O Cavaleiro das Trevas, mas nem precisava do artifício.

Enredo

O enredo do game não segue a história passada no filme, o que é uma boa decisão dos designers do jogo. Fazer o game totalmente baseado no filme não dá muitas oportunidades para criar, afinal, você já tem todo o script pronto. Pode ser mais fácil, mas é mais sem graça também.

Em Batman: AA, o Coringa é preso logo ao começo do jogo. Batman o leva até o asilo Arkham, onde acontece toda a história. O problema é que o vilão havia armado tudo e prende o morcego no asilo. E agora você tem de se virar pra sair de lá!

O desenrolar das tramas do Coringa é fantástico, e ele não é o único vilão que aparece no jogo: também tem o Espantalho, Crocodilo, Hera Venenosa, Charada (de certa forma) e outros. Ainda existem várias referências espalhadas no asilo sobre os outros vilões malucos que não aparecem diretamente no jogo.

Jogabilidade

A jogabilidade de Batman: AA é muito boa! O morcegão é capaz de desferir vários golpes em sequência e contra-ataques devastadores, além de possuir vários apetrechos tecnológicos. Existe um sistema de pontos que é praticamente obrigatório nos jogos atuais, onde o jogador vai liberando algumas habilidades conforme vai derrotando mais inimigos e charadas. A maioria dos gadgets tecnológicos, no entanto, são liberados com o andar da história.

O recurso mais utilizado durante todo o jogo é o “modo Detetive”. Nesse modo, Batman é capaz de analisar o cenário em tempo real, mostrando a situação mental dos inimigos (normal, apavorado, etc), detalhes do cenário e pontos onde você pode interagir. Paredes frágeis, por exemplo, são reveladas nesse modo de visão, assim como rastros de alguns personagens específicos no decorrer do jogo. Se você for um caça-conquistas (troféus, achievements, chame do que quiser), você vai passar ainda mais tempo nesse modo: ele te ajuda a achar todas as charadas e enigmas do jogo.

A depender da sua forma de jogar, a ação porradeira não será o principal fator do game, e sim a furtividade (stealth). Você pode surpreender os inimigos e derrubá-los silenciosamente pelas costas, em esquinas ou então se pendurando em gárgulas. É muito divertido!

Visual

Os gráficos são muito bonitos, ainda mais no PC, se seu hardware for capaz. Todos os personagens foram muito bem construídos e o cuidado com o ambiente foi impecável. Certos eventos mudam o cenário do asilo e também a aparência do próprio Batman, dando mais verossimilhança ao jogo. Após uns certos eventos com Hera Venenosa, por exemplo, várias plantas e raízes espalham-se pelo asilo Arkham, mudando seu visual e até bloqueando algumas passagens.

Além do modo história, existe um modo de desafios, onde o jogador pode mostrar e testar suas habilidades, além de liberar algumas conquistas. Existem dois tipos de desafio: o de pancadaria e o de furtividade. Ambos os modos possuem vários cenários que serão destravados no decorrer do game.

O fator replay do jogo não é lá tão alto, principalmente se você conseguir pegar a maioria das conquistas logo na primeira jogada. Além do modo de desafios, não existe porque rejogar o game a não ser para terminá-lo em outra dificuldade.

Enfim, Batman: Arkham Asylum é um tremendo jogo, recomendadíssimo!

O estúdio Rocksteady, que desenvolveu o jogo, foi tão aclamado que acabou sendo adquirido pela Warner Bros. e já está desenvolvendo uma sequência.

Recentemente foi lançada uma versão GOTY (Game Of The Year), que vale muito a pena se você tiver todo o hardware preparado para rodar o jogo em 3D.

4 pensamentos em “Batman: Arkham Asylum”

Os comentários estão desativados.