iPhone e Mac OS X Ultimatum

O iOS, como todos sabem e muitos xingam, não permite muitas personalizações em sua interface. O Android trilha um caminho diferente: no próprio Market oficial é possível achar aos montes aplicativos que alteram a experiência do usuário com a plataforma, para melhor ou para pior. A Apple não trabalha desta forma.

Para o usuário comum, o ponto de vista controlador da maçã é o que traz resultados mais positivos: a experiência de todos os usuários, não importa a geração do iPhone, iPod touch ou iPad, é basicamente a mesma. Não existe outra curva de aprendizado. Para os usuários mais “avançados”, essa é uma posição autoritária que tira um pouco do brilho da plataforma. Esses podem encontrar a felicidade fazendo o jailbreak de seu aparelho, ou mudando de OS e indo para o Android.

Eu já fui muito a favor dessa abertura no softwares que usei, hoje acho que é uma curiosidade interessante, não mais um deal breaker, ou seja, algo que me faria desistir da plataforma. Vejo pontos positivos em ambas abordagens, só não tenho mais a disposição de testar todos os tipos de personalização, afinal nem todas elas são otimizadas ou tão bem pensadas quanto a interface original. Continue lendo “iPhone e Mac OS X Ultimatum”

Windows 8 Developer Preview

E a Microsoft, durante a conferência BUILD, liberou o primeiro “beta” do Windows 8 para download. E, no primeiro dia, conseguiu mais de meio milhão de downloads do SO!

Como curioso que sou, logo baixei uma versão e instalei em uma máquina. Achei bem bacana, mas ando meio receoso de como será a recepção dele para o grande público.

Enquanto instalava, tirei algumas fotos e depois algumas capturas de tela. Quem estiver curioso, pode conferir abaixo!

Quem não tiver flash instalado, pode conferir a galeria direto no Picasa!

iPhone 4: o review atrasado

Hoje em dia tenho certeza que ninguém mais se interessa em um review do iPhone 4. Todos os sites de tecnologia que se prezem já tem todo tipo de opinião sobre o aparelho, dissecando todo seu software, hardware e experiência. Afinal de contas, já estamos à beira do lançamento da quinta geração do aparelho. Mesmo assim, acho que é bacana escrever as minhas experiências pessoais, tanto com esse gadget quanto com o cenário de smartphones dos últimos 10 ou 12 meses. Já deixo aqui um aviso: esse texto não é nada objetivo, parcial nem sucinto. Continuem por sua própria conta e risco.

Continue lendo “iPhone 4: o review atrasado”

Executor, Pastor do Rebanho Perdido

Revivendo mais um conto que gostei muito de escrever: o Executor. Esse conto é a apresentação de um personagem que fiz para o cenário Ultimato, desenvolvido por colegas que jogam RPG nos mais variados cantos do Brasil. Trata-se de uma ambientação de super-heróis nacional, integrada à história brasileira, muito bacana. Apesar do clima super, tentei trazer um pouco mais de drama com este personagem.

Continue lendo “Executor, Pastor do Rebanho Perdido”

O plano perfeito

Já se sentiram confusos ao pensar em assinar um plano qualquer de telefonia móvel? Você pensa, calcula, e finalmente escolhe o seu smartphone preferido. Se você é um geek, pode ter sido difícil, mas você tinha opções palpáveis para escolher. Mas o que falar sobre planos de voz e dados?

Se você gosta de falar ao telefone, talvez não seja tão difícil escolher. Veja em qual operadora estão seus melhores amigos e família, escolha um plano que lhe ofereça o quanto você quiser falar e avalie o custo. Mas e se você for como eu, ou seja, fala o mínimo possível, mas é um usuário extremamente ativo da internet no smartphone? Aí a coisa complica. Continue lendo “O plano perfeito”

A Dança

Já escrevi algumas coisas por aí. Contos, poesia, crônicas esdrúxulas. Ultimamente tenho perdido o costume de escrever, mas eu tenho de voltar a exercitar. É muito bom ver o texto final, mesmo que sempre defeituoso.

Esse texto específico eu escrevi enquanto jogava Final Fantasy X. Fiquei maravilhado com o jogo: minhas expectativas eram mínimas. Me surpreendi bastante com o enredo, apesar de alguns personagens estranhos demais (Jogadores de “futebol”? Hein?).  Leiam o curto texto baseado em uma das cutscenes do jogo, com o vídeo logo abaixo também.

Continue lendo “A Dança”

Pense diferente

Navegando eu lembrei da famosa campanha antiga da Apple, “Think Different“. Essa campanha, junto ao comercial do SuperBowl de 1984, revolucionaram a publicidade e associaram uma imagem fantástica à Apple. Foi o que fez a empresa crescer bastante e ganhar fãs ardorosos. Apesar de cair depois da saída de Jobs e voltar a crescer novamente com a volta do mesmo – e não parou de crescer desde então.

Só que esse crescimento, principalmente na área móvel, já torna a Apple justamente o oposto que era em 1984. Apesar de eu não gostar dos produtos da Motorola, admito que esse comercial dela que faz referência ao de 1984 faz todo o sentido.

A Apple sempre foi inovadora. Mas é notável o desaceleramento de suas inovações. O iOS 5 e Mac OS X Lion são pequenos passos de ajuste em direção ao futuro que a empresa deseja, tem algumas funcionalidades novas legais, mas não “muda tudo”. Com o iCloud, a maçã fecha ainda mais o cerco do seu jardim murado ao redor dos usuários, que os impedem de sair. Continue lendo “Pense diferente”

Origin vs Steam: Dragon Age II

Mais uma vez a rixa da EA com a Valve por suas lojas de distribuição digital de games vêm aos holofotes: Dragon Age 2 é removido da Steam. Lembram da última vez?

Tudo isso acontece, suspeito eu, por causa dos DLCs. Eu tenho Mass Effect 2 na Steam e, curiosamente, os DLCs deste jogo não podem ser encontrados lá, o que me deixou um pouco confuso no início. Depois eu percebi que estes deveriam ser comprados “por fora”, na loja da Bioware e instalados como um programa comum do Windows.

Convenhamos que isso meio que estraga a experiência do usuário, não é? Mesmo assim, era possível. Mas parece que agora não é mais. Continue lendo “Origin vs Steam: Dragon Age II”

Games no Brasil: Blizzard e Sony

A vida de gamer no Brasil, principalmente daqueles que querem evitar a pirataria, sempre foi um pouco difícil. Se não são os preços irreais, frutos de uma combinação bizarra de impostos e lucros excessivos, é o atraso ou falta de lançamentos em território nacional, importados ou não. Felizmente, o cenário mostra sinais de mudança!

Na mesma semana, duas notícias agitaram o jogadores: a Sony finalmente trouxe a sua Playstation Network, Store e Blog para o Brasil e a Blizzard anunciou uma versão 100% localizada de World of Warcraft, o MMORPG de maior sucesso no mundo. Continue lendo “Games no Brasil: Blizzard e Sony”

Filme de Mass Effect estará na Comic-Con!

O estúdio Legendary Pictures, que segundo a Wikipédia produziu 300 e Batman Begins) anunciou que terá seu próprio estande durante a Comic-Con no fim deste mês e, dentro dos seus anúncios, irá ao menos discutir sobre o filme de Mass Effect! Comentei aqui na resenha de Mass Effect: Redemption  o quanto o universo desse game é rico e merece ser expandido para outras mídias além dos games. Já tinha lido sobre um anúncio vago de que Mass Effect se tornaria um filme (além de um anime pra 2012), mas achei que seria apenas um hype a ser cancelado futuramente. Será que eu estava enganado?

Continue lendo “Filme de Mass Effect estará na Comic-Con!”